O Quarteto em Cy de Aldir Blanc e Benjamin Santos

Aldir Blanc e Benjamin Santos fizeram parte de um dos monentos mais representativos do Quarteto em Cy: o show “Resisitindo”, de 1977. Esse foi o primeiro show que o Quarteto pode colocar, de fato, a sua voz social no palco, foi o show de um Quarteto em Cy inteiro, sem o apoio de outros artistas em cena. Blanc escreveu os textos para o show. Santos assinou a direção. E o Quarteto em Cy deu o seu grito de independência, resisitindo.

 

 

LP “Resisitindo”, Philips, 1977.

“Eu tava aqui matutando sobre a melhor maneira de falar do Quarteto em Cy e do nosso Resistindo e, de repente, não mais que de repente, me lembrei da voz do Vinícius cantando no Zum Zum: estas são as minhas menininhas, são as quatro baianinhas que eu um dia descobri, Quarteto em Cy… Então me ocorreu que o Quarteto possui uma qualidade fundamental: a duração. Com todas as mudanças de ventos e marés, com erros e acertos, com a maior garra – os fracos que me desculpem, mas garra é fundamental – o Quarteto resistiu. Os cri-cris costumam falar, com a sagrada ira dos diletantes, em concessões.

Considerem os tempos e tentem atirar a primeira pedra.

Da minha parte, sinto o maior orgulho de compartilhar com elas dessa trincheira. Estou, em todos os sentidos, em boa companhia. Hoje, nem todas são baianinhas, e é bem verdade que não são, infelizmente, descoberta minha, mas em Resistindo – não adianta chiar Vinícius – elas são as minhas menininhas.”

                                                         Aldir Blanc, show Resistindo, 1977.

 

“São lembranças antigas reagrupadas, retomado o fio de pensamento, superpostas emoções trazidas do fundo, centralizadas, expostas, sentimentos íntimos e de agora, necessitados de vôo. São gestos movidos pela palavra, pela intensidade do som, do ritmo, da voz exalando a presença no tempo, querendo falar sua própria carência de revelação.

É o movimento contínuo, interior, projetando-se, milhares de amores; dezenas de cantos num único e definitivo canto, enorme, alastrando-se, voador, sereno, passarinhando, todas as estações num só instante. Início, raiz, história, revisão, recusa, drama, revolta, chama, impedimento, continuidade, reaparecimento, afirmação, vida.

É a ternura, a afronta, a resistência, o sossego. É o medo, a afronta, a resistência, a busca. A emoção, a voz, o choro, o arrepio, o canto. Cyva, Sônia, Dorinha, Cinara. Quarteto em Cy.”

                                Benjamim Santos, diretor do show Resistindo, 1977.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s