Abraços e beijinhos e carinhos sem ter fim

Aniversário sem amigos não existe. Portanto convidamos alguns amigos da vida e da música do Quarteto para darem vivas ao grupo por mais esse ano de vida em Cy e comemorarem conosco esses 47 anos de muita música e conquistas. O Blog do Quarteto em Cy só tem o que festejar hoje e sempre, pela alegria de poder registrar muitos momentos especiais da carreira desse grupo que tanto nos orgulha por sua qualidade vocal e profissionalismo. Que venham mais 47 anos! Os depoimentos que publicamos neste post você também encontra em “Depoimentos”, na página inicial do Blog.

 

 

A longevidade do QUARTETO EM CY, por si só, já seria tremendamente reveladora. As meninas, desde a alvorada profissional, em 30 de junho de 1964, no Beco das Garrafas, construíram uma carreira de requintada Arte e raríssimo engajamento. Moveram-se sempre à custa do talento e da determinação guerreira, além do permanente compromisso com as causas mais caras à Sociedade. Quem quiser reconhecer o QUARTETO EM CY, se deparará com sobra de méritos, pelo seu CANTO e por sua LUTA. Sempre PARA NÓS e POR NÓS. E tem mais: agradeço pela oportunidade deste registro, ainda modesto, diante do QUARTETO EM CY.

 

Carlos Alberto Afonso – março, 2011.

 

 

Minha convivência com as meninas daria um livro de memórias de mais de mil páginas. É muita coisa! Mas gostaria de deixar registrado um pequeno resumo.

Começamos praticamente juntos, elas e eu, no MPB-4. Foi quando comecei a namorar a Cynara. Casamos e tivemos três filhos maravilhosos, hoje mais quatro netos.

Artisticamente então, nem se fala. Fui o maior incentivador dos shows e discos do “Octeto” e produzi e dirigi, por exemplo, o último trabalho que fizemos juntos, em homenagem ao Vinicius – A arte do encontro, 2000.

Foram quarenta anos de muitas glórias, muito sucesso e hoje um orgulho muito grande de ter vivido tudo isto. A qualidade e o brilho do trabalho das meninas é um marco importantíssimo para a música popular e para a arte, enfim, não só no Brasil, mas no mundo inteiro.

Mais sucesso e vida longa ao Quarteto em Cy!!! Força pro blog e, qualquer outra coisa, tô na área. Beijos.

 

Ruy Faria – março, 2011.

 

 

Lembro de Vinicius todo prosa, apresentando “minhas bahianinhas”. As quatro, bem jovens, cantando lindo, fazendo uns vocais simples como os que eu fazia em casa, com meus irmãos e que todo mundo gostava. De cantar e de ouvir. Isso foi numa noite do começo dos anos 60, em São Paulo, em casa de meus pais, grandes amigos do poeta. Ficamos maravilhados com elas, queríamos ser como elas, cantando tanta música bonita de Vinicius. Com o passar dos anos elas passaram a harmonizar o melhor de nossa história musical, desde o histórico voo do Sabiá, por Cynara e Cybele no Maracanãzinho.

Sempre que elas aparecem o mundo vira festa. São amigas, delicadas, risonhas, uma nuvem de coisa boa que se traduz em harmonias lindas que nos encantam. De vez em quando elas me chamam para participar de show e discos delas. Eu adoro! Elas, esse quarteto em Cy, são quatro anjos musicais que nos acompanham em todas as horas e que me traduzem tão bem o conceito de harmonia.

 

Miúcha – abril, 2011.

 

 

O Quarteto em Cy está marcado, com sua suavidade, elegância, sonoridade, timbre e vários outros predicados, como um tesouro de uma época de ouro de nossa música popular, colorindo vários momentos do meu trabalho e o de muita gente, além da sua excelente carreira solo, e ocupando um lugar efetivo no peito de todos nós que corríamos a buscar a beleza do canto brasileiro.

Era um privilégio poder contar com suas vozes elevando, em cada intervenção, a um nível estético de extremo bom gosto, além de uma dimensão espiritual, afetiva e sensual. A Música Popular Brasileira ganhou com a soma das vozes dessas quatro moças maravilhosas, o momento mais luminoso, lúdico e sensível, a vestir tantas belas gravações que ficarão para sempre. Morro de amores por elas.

 

Sérgio Ricardo – abril, 2011.

 

 

 

Quarteto em Cy. Conheci as 4 baianinhas que no princípio formavam o grupo vocal “Quarteto em Cy”, à convite do nosso poeta maior, Vinícius de Moraes. Não me lembro na casa de quem foi esse encontro, mas foi um lançamento de impacto, pois estavam presentes artistas, compositores e produtores, o que resultou em muito pouco tempo a gravação de um LP e shows. Participei junto ao Quarteto de um show que foi um grande sucesso, pois ficou quase um ano em cartaz na boate “ZUMZUM”. Foi um show que reunia Vinicius, Caymmi, Quarteto em Cy e meu conjunto. Era muito divertido, pois quase todos os dias preparávamos brincadeiras de surpresa uns com os outros para evitar que com o tempo virasse um show burocrático. Pena que não participei da gravação antológica desse encontro, pois na ocasião me casei e fui passar dois meses em Cabo Frio.

            Em várias ocasiões participei de shows e gravações com o Quarteto passando, inclusive, por mudanças de algumas participantes do grupo. O Quarteto em Cy, se não me engano, foi o primeiro que abriu as portas para os futuros grupos vocais femininos, como “Mulheres de Holanda”; “Carona Brasil”, de belo Horizonte; “Mulheres de Chico” e tantos outros que vieram depois delas. É bonito ver um grupo vocal participar durante tantos anos da bela história da nossa MPB.  

 

Roberto Menescal – abril, 2011.

 

 

 

Sinto saudades. Muitas saudades das nossas viagens, conversas e ensaios. Histórias e estórias sem fim. Tenho muita saudade das Cys…

Celia Vaz – abril, 2011.

 

 

 

O Quarteto em Cy teve uma importância grande para mim. Eu inclusive tinha o álbum duplo “A Arte de Quarteto em Cy”, que iluminou meus 17, 18 anos de idade, quando estava começando a fazer minhas primeiras canções. Suas versões de “Retrato em Branco e Preto”, “Rancho Fundo”, “Folha Morta”, “Risque”, entre outras, com vocais preciosos, marcaram esses anos, em que a música começava e tornar-se o foco principal de minha existência. Felicidades para as meninas e que continuem cantando belamente.

 

Antonio Villeroy – abril, 2011.

 

 

 

O Quarteto em Cy é um patrimônio nacional! Com elas conheci os grandes compositores brasileiros e aprendi a apreciar o trabalho vocal de pura elegância, beleza e bom gosto, um cantar brasileiro, cheio de bossa. Tive a honra de dividir o palco com o quarteto “fantástico” quando cantamos numa homenagem à grande Dolores Duran. Me senti dentro de um filme, cantando com uma das minhas referências musicais mais fortes. Perto das bodas de ouro, as “meninas” continuam nos encantando e ensinando que menos é mais, que a delicadeza é a alma do canto que emociona.  

 

Soraya Ravenle – abril, 2011.

 

 

Falar do Quarteto em Cy é falar de vozes hormoniosas e doces, falar da história da nossa música, falar na escolha sempre impecável do repetório e principalmente de quatro mulheres-artistas maravilhosas e lindas. Um grande prazer falar na comemoração dos 47 anos de trabalho do Quarteto em Cy. Parabéns!!! Mil beijinhos.

 

Selma Reis – abril, 2011.

 

 

 

O Quarteto em Cy completa 47 anos de bons serviços à música popular brasileira. Com Cynara, Cybele, Cyva e Soninha, além das outras Cys que passaram pelo grupo, aprendi a ouvir música de boa qualidade, bons arranjos vocais, ótimo repertório nas obras de Vinicius de Moraes, Chico Buarque, João Bosco, Gonzaguinha, Tom Jobim e tantos outros sucessos que elas nos brindaram com muita propriedade e bom gosto. Vida muito longa prá vocês, queridas, pois ainda existem muitas canções prá cantar, muito público prá emocionar, muitas viagens e shows prá continuar esta linda obra de vocês. Cantem muito Cys, pois o mundo precisa de vocês prá espantar muitos males ainda.

 

Dalmo Medeiros (MPB4) – abril, 2011.

 

 

 

O Quarteto em Cy, felizmente vivo e atuante, é um muito do pouquinho que restou, na cena artística brasileira, daquela música que jogava firme, forte, bonito, e sem perder a ternura. Vida longa a esse coral magnífico, que há de sempre vocalizar nossas esperanças e nossas alegrias!

 

Nei Lopes – abril, 2011.

 

 

Participar da gravação do disco de um dos grupos mais importantes da história da música vocal brasileira foi uma experiência inesquecível e sempre será motivo de muito orgulho para nós do Sururu na Roda. Grande beijo pra vocês!

 

Grupo Sururu na Roda – abril, 2011.

 

 

 

Quarteto em Cy:

 

Referência para todos nós, que temos como forma de trabalho a união, a sintonia, a busca pela harmonia entre vozes. O canto com a alma. Vozes à mercê do encontro! Viva o Quarteto em Cy! Viva o canto entre mulheres! Viva a qualidade de vozes que se arranjam a favor de um mesmo ideal! Parabéns, “Quarteto em Cy” e obrigada por tantos anos de boa música!

 

Marina, Lúcia e Flávia (Trio Amaranto) – abril, 2011.

 

 

 

 

Meu carinho pelo quarteto vem do tempo da minha mãe; minha mãe já gostava muito das meninas, depois ficou maior, quando Cyva se casou com meu padrinho de batismo, Aloysio de Oliveira, e mesmo não sendo minha madrinha se comportava como tal e sempre me deu muito carinho, numa época importante pra mim, minha adolescência! Quando comecei a trabalhar em vocais tive a oportunidade de me aproximar mais de Cynara e Cybele, fizemos muitos vocais juntas, inclusive em filmes da Disney. Volta e meia encontrava Sonia e Regina, ia a shows e sempre me encantou a vocalização delas e a paz em forma de canto que o quarteto sempre me transmitiu!

            Vai aqui meu carinho CYbernético para esse quarteto querido, amado e afinado!

            Parabéns, Quarteto em Cy, que venham mais outros tantos anos de carreira e boa música!

            Da amiga e fã,

 

Claudia Telles – maio, 2011.

 

 

 

 

Do Quarteto em Cy o que posso dizer? Nasci junto com o Quarteto praticamente!…rs…

São as vozes que embalaram meu berço e ainda embalam meu coração, minhas referências sonoras emotivas!

Sempre as acompanhando muito de perto, presenciei momentos deliciosos! São um pouco doidinhas, cheias de ideias inusitadas e eu vou atrás! A primeira vez que subi em um palco aos 12 anos de idade foi por causa de tia Cyva, que à tarde na casa de minha mãe teve a brilhante idéia de me incluir no show da noite. Uma outra vez foi assim, sem mais nem menos, quando me chamaram para participar do CD de 35 anos Gil e Caetano em Cy. Que honra! E uma ocasião também engraçada foi quando tia Cynara me convidou para participar com elas da gravação do DVD do MPB4 ao vivo. Eu? Que responsa! Elas têm cada idéia! E eu, mais doidinha ainda e enlouquecida, topo!

Acho que o que me contamina é a garra delas! Essa mesma força que fez com que permanecessem ativas e criativas ao longo dos 47 anos de carreira! Meninas ainda vindas do interior da Bahia, anos 60, imaginem o que era isso?! Com coragem e determinação consolidaram uma longa jornada de muita luta e de muito brilho! Parabéns pelos 47! Beijos,

 

Andréa Chakur (fonoaudióloga, cantora e sobrinha das integrantes do Quarteto) – maio, 2011.

 

 

 

Olá meninas sempre lindas !!

A vocês Cyva, Cylene, Cybele, Cynara e “agora” Sonya. Estou muito feliz por vocês continuarem unidas cantando cada vez melhor e cuidando do visual de vocês que é muito lindo. Tantos trabalhos fizemos juntos que jamais me esquecerei. Quero, com muito prazer, parabenizá-las pelos 47 anos de carreira desejando muitas felicidades e sucesso. Que Deus abençõe sempre vocês.

Um abraço do amigo,

 

Jair Rodrigues – maio de 2011.

 

 

 

Queridas e eternas do Quarteto em Cy, o ´feliz aniversário´ da Banda Sabor Brasil vai repleto de admiração! Admiração pela ´coragem´ de, no início dos anos 60, arriscarem uma carreira artística, ainda mais sendo mulheres.

Imaginamos vocês jovens, lindas, disputadas por poetas que viam suas obras ganharem vida e ´arrepios´ através daquelas vozes maravilhosas em corpos de meninas. Imaginamos Vinícius, em 1963, perguntando: – Quem são essas moças que gravaram Sol Sobre a Lama? 

Pois é, achamos que vocês, assim como tantos intérpretes, não têm a mínima ideia da importância que tiveram para a MPB. São os compositores ou compositores cantores que normalmente são mais reconhecidos. Nós aqui pensamos diferente. Foram vocês e não os autores, que inspiraram o nosso trabalho. Por isso o aniversário das meninas ´Cy´ se confunde um pouco com o nosso! Desejamos muita saúde, família e música pois achamos que já devem estar cobertas de bênçãos divinas, requisitadas por poetas agradecidos como Tom e Vinícius, que estão lá, ´pertinho dos homi´!

 

Banda Sabor Brasil (Grupo vocal de SC) – maio, 2011.

 

 

 

Ainda estudante de música tive o privilégio de assistir em minha escola (CIGAM) uma apresentação/aula do Quarteto em Cy. Já as conhecia na época, mas a proximidade me fez mais encantado com a unidade do timbre do Quarteto. Lembro bem da tentativa de identificar cada uma das vozes e da dificuldade em percebê-las tamanha a sintonia de timbre das quatro.

Ainda ontem estava no youtube assistindo a um vídeo do Quarteto com a Leila Pinheiro e o Uakti no Japão com a plateia extasiada ouvindo Aquarela do Brasil – ouro puro.

Vida longa ao Quarteto em Cy, parabéns pelo aniversário.

Beijo.

 

Neil (Os Cariocas) – maio, 2011.

 

 

 

Sei que cantar, não aprendi até hoje. Não por falta de professores.

            Férias de verão passava sempre na casa da Tia Angelina, no Rio, onde mais que apenas o mar pude ir ao Teatro Carlos Gomes assistir ao “Cobra de Vidro”. Maravilha de espetáculo! O MPB-4 com o Quarteto em Cy – as meninas que me encantaram naquele outro show, este no TUCA, teatro da PUC, em São Paulo, com o Vinicius e o Toquinho. Nem havia me definido como músico, menos ainda como cantor – compor eu já tinha me arriscado em algumas poucas coisinhas, então. Por isso penso que o Cobra de Vidro me empurrou para a profissão (tinha o quê, na ocasião? 15, 16 anos…): apurou, no menino, o gosto pelo palco – ou a vontade de estar lá.

            Como disse, sei que cantar, não aprendi até hoje. Mas adoro fazer isso.  Reclamem com o Quarteto em Cy. De minha parte, não sei o que faria sem meu ofício. Obrigado, meninas!

 

Celso Viáfora (compositor, violonista e, um pouco pelo Quarteto em Cy, Cantor) – maio de 2011.

 

 

 

Queridas: Cyva, Cybele, Cynara e Sonya.

   

      Nestes 47 anos do Quarteto em Cy, o que vale mesmo é que vocês viveram, lutaram, cantaram, encantaram e venceram. Parabéns! Que vocês conquistem mais sucesso, reconhecimento e homenagem.

      Obrigada por vocês fazerem parte das nossas vidas. Obrigada por espalharem a música brasileira, pelo mundo.

      Suas fãs de carteirinha,

 

Dylce e Joilce (amigas de infância das integrantes do Quarteto) – junho de 2011.

 

 

 

Quando vozes femininas planejam formar um grupo vocal a referência mais importante, sem dúvida, são as minhas amigas do Quarteto em Cy, que seguem trilhando um belo e corajoso caminho desde que se juntaram sob as bênçãos do poeta Vinícius de Moraes.

 

Zé Renato – junho, 2011.

 

 

 

Um grupo vocal nasce de uma paixão infinita e imorredoura. O carinho, os cuidados, os intermináveis ensaios e a busca constante do acorde certo e do equilíbrio perfeito jamais poderão ser remunerados a altura do esforço embutido. Assim, que alegria ter participado desse amor coletivo que me une até hoje (e para sempre) ao Quarteto em Cy. E é com profunda admiração que testemunho não só a sua longevidade harmônica, mas também o contínuo crescimento individual e coletivo do grupo. Cantoras, arranjadoras, agentes, publicitárias, fazendo de tudo e do melhor para garantir a continuidade desse som tão lindo que é a marca registrada do quarteto. Cyva, Cynara, Soninha e Cybele queridas – celebro, festejo e homenageio este aniversário tão precioso. Oxalá o futuro próximo me permita fazermos música juntos de novo. Todo o meu amor.

 

Oscar Castro Neves – junho, 2011.

 

 

 

Quando comecei a cantar foi no Grupo Manifesto e quem fazia os arranjos vocais era Oscar Castro Neves e na casa de Oscar pude ter um contato com o Quarteto em Cy. Elas eram referência vocal para todos nós iniciantes e fiquei muito tocada pela gentileza e generosidade com que nos trataram. É isso! – o talento aliado ao bem. Viva as meninas! Competência, brilho e verdadeiras amantes da música. Grande beijo com toda admiração,

 

Lucina – junho, 2011.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s