Muito prazer: Pecombo

É do outro lado do mundo que vem a entrevista de hoje da série “Muito prazer”. Influenciados pelo Quarteto em Cy, o grupo vocal japonês Pecombo nos conotu como conheceu o trabalho do Quarteto e nele se inspirou para a sua formação enquanto grupo vocal, além de reverenciarem a música brasileira prestando uma grande homenagem por meio de seu trabalho. Brasil e Japão se unem aqui no Blog do Quarteto em Cy.

 

 

Blog: Bem-vindos ao Blog do Quarteto em Cy. Gostaríamos que o Pecombo se apresentasse para que o Brasil pudesse conhecer o grupo.

Pecombo: Olá!! Somos o Pecombo do Japão. Nossa formação é de 3 membros, Peco, Rie e Hachi. Respeitamos muito o grupo musical Quarteto em Cy! Estamos muito honrados em sermos entrevistados pelo Blog de vocês. Muito obrigado!

 

 

Blog: Quando e como o Pecombo começou a carreira musical?

Pecombo: Peco e Hachi começaram seus primeiros improvisos, depois Rie uniu-se ao grupo. Não tínhamos feito carreira solo (bem, não tínhamos muito interesse nisso). No entanto, ficamos impressionados pela bela harmonia do álbum do Quarteto em Cy chamado “Antologia e Samba Canção” lançado em 1975. Então, tentamos fazer algo novo para ganhar experiência nas notas vocais checando o tempo.

 

Blog: Qual é o significado de Pecombo? Como escolheram este nome para o grupo?

Pecombo: Pecombo significa Peco´s combo, ou seja, a combinação de Peco e combo, ficando Pecombo. Depois da ideia do nome, decidimos criar uma canção original. A versão demo foi enviada para algumas gravadoras e fomos indicados para fazer parte de uma coletânea “TOKYO BOSSA NOVA” da gravadora HAPPINESS RECORD, sem a influência japonesa na música brasileira. Então, acabamos por completar esta faixa. À princípio, Peco era a única vocalista. Fizemos parte do refrão desta música. Assim, o conceito de Pecombo nasceu.

 

 

Blog: A formação do grupo é a mesma desde o começo? Como vocês se conheceram?

Pecombo: Após a gravação, reunimos mais membros para uma apresentação ao vivo. Rie era o integrante e amigo mais velho da banda com quem Hachi e Peco costumavam trabalhar. Continuamos a reunir membros através das amizades. Éramos em 5 membros, depois 4, agora 3.

 

 

Blog: O repertório do Pecombo lida com canções de várias nacionalidades. Mas, parece que vocês têm grande interesse pela música brasileira. Como vocês se aproximaram da música do Brasil?

Pecombo: Achamos que a música brasileira é a única com harmonia e ritmo sofisticados, como o encanto de outros gêneros musicais. Adoramos diversos estilos musicais, mas reconhecemos que a música brasileira contém todas essas qualidades, que fazem dela uma das mais belas músicas do mundo.

 

 

Blog: A música brasileira é bastante apreciada no Japão. Qual a ligação entre os fãs do Pecombo e a música brasileira?

Pecombo: No Japão, a música brasileira como a Bossa Nova, é apreciada em todo lugar. E você ouvirá Bossa Nova em qualquer lugar, até mesmo em Cafés, supermercados, restaurantes de Fast Food, Shoppings, BGMs. Acreditamos que a música brasileira é como um néctar que preenche nossa vida com tranqüilidade, tão além do nosso sentimento, que nos faz sentir elegantes em nosso estilo de vida.

 

Blog: De que forma a música do Quarteto em Cy está presente no trabalho do Pecombo?

Pecombo: É quase comum cantarmos as canções do Quarteto em Cy em nossas apresentações ao vivo. Incluímos pelo menos uma das suas canções toda vez que publicamos nossos próprios álbuns. No entanto, nós ainda mantemos o sentimento “sempre vivo” da harmonia do Quarteto em Cy para a nossa música.

 

 

Blog: Como foi conhecer o Quarteto em Cy? Quando isso ocorreu?

Pecombo: Nós ainda lembramos que ficamos impressionados com as suas faixas que foram apresentadas por nosso amigo DJ, que veio à nossa casa em 2001. Especialmente as músicas “Tem dó de mim”, “Até Londres”, “Aruanda”, deram bela harmonia e som de encaixe! Sua harmonia aproximada com “Mundo Melhor”, “Noites Cariocas”, “Querelas do Brasil”, também são as nossas favoritas. Além do álbum “Antologia do Samba Canção” que nos conduz para dentro deste maravilhoso mundo musical, com esse som sofisticado e complexa harmonia, que a eleva para o nível mais perfeito.

 

 

Blog: Quais outras influências vocês trazem no trabalho de vocês, além do Quarteto em Cy?

Pecombo: Variedades do mundo da música. Música brasileira, International Girls Group, Chorus Group, Vocal Group, Jazz Chorus, Soft Rock, Cinema Music, World Black Music, Latin & Asian Music, música japonesa, de tudo!!

 

 

Blog: No Japão, os grupos vocais têm espaço nos meios de comunicação?

Pecombo: No Japão, muitos workshops vocais ou eventos ao vivo são mantidos, onde vários grupos se reúnem. Frequentemente eles publicam seus vídeos ou música na Internet, muitas comunicações ou mudanças nascem daí.

 

 

Blog: Quantos CD´s o Pecombo gravou e qual trabalho é o mais recente? Vocês poderiam comentar sobre o último CD lançado?

Pecombo: Nós lançamos 4 álbuns até agora. Nosso último álbum chamado “Serendipity” foi lançado em 2007 e nosso modo de expressão é expressado em muitos outros álbuns dirigidos por vários músicos. “Ame-nimo-makezu: Seja forte contra a chuva” é o lançamento mais recente. Uma parte da renda deste mais recente álbum foi doada para caridade devido ao terremoto no Japão, em 11 de março deste ano.

 

 

Blog: O que vocês acham da ligação entre música e Internet nos dias atuais? Vocês utilizam a Internet para divulgar o trabalho do Pecombo?

Pecombo: Essa é a ferramenta mandatária para estarmos conectados entre a música e a Internet. Nós, o Pecombo, estamos planejando também lançar nossas canções principalmente via Internet daqui por diante. O Myspace é nosso meio comum para nos conectarmos com muitos músicos que conhecemos. Então, nós recebemos propostas da França e México de tempos em tempos. A Internet é um meio importante para divulgarmos nossa presença no mundo.

 

 

Blog: Na opinião de vocês, o que aproxima e distância a música brasileira e japonesa?

Pecombo: Nos sentimos próximos do “simpático” e “saudade” da música brasileira, enquanto sentimos dificuldade para expressar a combinação do ritmo único e letras de música em português, para a qual as letras musicais japonesas não se inserem.

 

 

Blog: O Pecombo já se apresentou no Brasil? Vocês têm em mente projetos de tocar por aqui?

Pecombo: Não, não tivemos a chance ainda. Uma vez que o Brasil está localizado do outro lado do globo! Mas, adoraríamos fazer uma apresentação no Brasil mais cedo ou mais tarde! Fizemos uma turnê em Cingapura uma vez, em 2007. Esperamos nos apresentar em qualquer parte do mundo, adoramos viajar.

 

 

Blog: Qual o objetivo que o Pecombo gostaria de atingir este ano?

Pecombo: Uma das integrantes, Peco, está grávida! Então decidimos pausar nossas atividades por um ano, para comemorar o fato. Enquanto outros membros darão início à carreiro solo, além de preparar o evento do décimo aniversário do Pecombo para 2011.

 

 

Blog: Se vocês pudessem escolher uma canção brasileira como a mais especial e representativa para o grupo, qual seria? Por quê?

Pecombo: Seria “Noites Cariocas”. Nós tivemos a oportunidade de ouvi-la numa versão lançada com o MPB4 de 1978 no LP “Cobra de Vidro”, que nos inspirou desde então.

 

 

Blog: Qual a fonte de inspiração para a composição das canções de um novo repertório?

Pecombo: Nosso tema sempre cai no feeling “Evergreen”, além das canções harmônicas do “Quarteto em Cy”.

 

 

Blog: Qual a música mais conhecida do Pecombo?

Pecombo: “Vamos Fazer Amor”, que tornou o tema da canção de um programa de TV 5 anos atrás.

 

 

Blog: Qual foi a maior emoção na carreira do grupo?

Pecombo: Foi o fato de nós recebermos uma mensagem da Sra. Cynara do Quarteto em Cy. Nós começamos nossa amizade desde uma apresentação musical num evento organizado pelo Sr. Willic Whopper que estava trabalhando duro para apresentar a cultura brasileira para o Japão. Ele ouviu: “Tem dó de mim” (quase uma canção cover completa), para um dos nossos primeiros álbuns e trouxe de volta ao Brasil para entregar ao Quarteto em Cy, nos dizendo: “Eu quero ouvir esta música pelo grupo”. Depois de um tempo, nós recebemos uma mensagem muito inspiradora da Sra. Cynara: “Nós nos lembramos do tempo que começamos ouvindo esta música. Boa sorte!” Para nós, isso foi tão emocionante quanto um garoto jogador de futebol receber um e-mail do Pelé!! Isso ainda é uma grande motivação para nós. A mensagem está abaixo:

“Queremos dar os parabéns a todos e dizer que fazemos votos que continuem trilhando a boa música. Vocês são muito bons e sensíveis. Tomara um dia nos vejamos para nos conhecermos melhor. Um beijo para todos de todo o Quarteto em Cy.”

 

 

Blog: Agora o espaço é de vocês! Fiquem à vontade para deixarem uma mensagem para o Quarteto em Cy e para os leitores do Blog.

De Pecombo para o Quarteto em Cy:

Queridas integrantes do Quarteto em Cy,

Gostaríamos de mandar nossos sinceros parabéns pelo aniversário de 47 anos! Adoramos muito vocês! Continuamos a apresentar o sonho e tema da harmonia do Quarteto em Cy e Evergreen sempre.

Esperamos ver vocês e nós apresentarmos juntos algum dia, e assim nosso trabalho está acontecendo.

 

De Pecombo para os leitores do Blog:

Queridos leitores do Blog,

Muito obrigado por lerem esta longa história. Desejamos que vocês possam conhecer um pouco mais sobre o nosso trabalho. Adoramos o Quarteto em Cy tanto quanto vocês e por nos apresentarmos como um grupo vocal bem do outro lado do globo! Quarteto em Cy é “Para Sempre”!!!

 

 

Entrevista realizada, originalmente em Inglês, por Bia Campos responsável por este Blog.

Tradução de Jorge Luis de Oliveira: jorgeiron1985@hotmail.com

Fotos: arquivo Pecombo (cedidas por Peco, integrante do grupo)

 

 

Entre outras canções, o Pecombo interpreta o vocal de “Até Londres”, música do repertório do Quarteto em Cy.

Anúncios

Um comentário sobre “Muito prazer: Pecombo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s