“O Quarteto em Cy e o pobre Flicts”, por Sérgio Ricardo

No post anterior, Cynara comenta sobre um trabalho que o Quarteto fez ao lado do MPB4: “Flicts”, recriando o livro de Ziraldo, com músicas de Sérgio Ricardo. Em texto inédito e exclusivo para o Blog do Quarteto em Cy, Sérgio Ricardo relembra como foi recontar a história de Flicts musicalmente. Nosso agradecimento especial a Sérgio Ricardo por ter aceitado o convite de participar do Blog. Leitura imperdível!

 

 

“O Quarteto em Cy e o pobre Flicts”

 

Acabava de compor a música com muitas dúvidas sobre sua finalização. Aplicara na composição uma estrutura dramática, baseado na narrativa do livro, o que me fez passear por uma variada gama de ritmos, alguns dos quais bastante intrincados, a exigir grande musicalidade de quem fosse interpretá-los. Feita a base de todo o arranjo instrumental, minha preocupação aumentou ainda mais. Como cantar sobre aquela coisa complicada?

O Magro do MPB4 encarregado  das vozes, conseguiu à duras penas destrinchar o abacaxi e aprontou os arranjos. Parecia, a meu ver, uma tarefa praticamente impossível. Contrapontos com melodias de choros, cheio de convenções, três por quatro misturados com dois por quatro, uma confusão sonora dos diabos. Cada quarteto ensaiava sua parte e partimos para gravar.

Foi como se abrissem as cortinas do paraíso. Um tropeço daqui, um acerto dali e em breve começava a soar naquelas vozes a historia do pobre Flicts, na maior sintonia com a dramaticidade exigida, mais intensa do que eu esperava. Foi uma experiência maravilhosa ouvir aquela sonoridade angelical das meninas dando forma à angustia do personagem, vencer com tranqüilidade os obstáculos harmônicos,  melódicos e rítmicos de toda a trilha, entrelaçando-se, ora unidas ou contraponteadas pelos rapazes, ambos demonstrando grande competência e habilidade, superando bravamente os obstáculos daquela empreitada. Tiraram de letra as complexidades, com muita ternura exigida pelo tema, dramaticidade, afinação e beleza na interpretação dos solos.

Foi dos melhores momentos que passei num estúdio de gravação. Toda vez que ouço, me emociono e confesso que esfrego os olhos em certos trechos. Mereceu até uma crônica elogiosa De Carlos Drummond de Andrade em sua coluna do JB da época. Pena que, pelo fato dos dois grupos estarem saindo da gravadora, após aquele LP, não tenha havido um lançamento badalado como merecia, e o disco passou despercebido pelo grande público. Mesmo assim marcou presença, superando as intempéries do chamado mercado de consumo. Fez o percurso de seu personagem, e foi sumindo, sumindo e sumiu. Esperemos que algum dia, assim como Flicts, também vire Lua. Clara e límpida como a voz daquelas moças.

Por: Sérgio Ricardo

Anúncios

Um comentário sobre ““O Quarteto em Cy e o pobre Flicts”, por Sérgio Ricardo

  1. Fui uma criança sortuda por ter esse LP em casa quando pequena. Até hoje me lembro das músicas! Agora ando atrás de um milagre para achar essa preciosidade em CD (ou achar o velho LP) para introduzir minhas crianças à essas músicas maravilhosas! Parabéns pelo trabalho de vocês!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s