“A garota de Ipanema e as garotas do Cy”, por Bia Campos

Ontem e anteontem, São Paulo esteve em festa comemorando o aniversário de 50 anos da música “Garota de Ipanema”, de Tom Jobim e Vinícius de Moraes, no show em que estiveram no palco do SESC Pinheiros Quarteto em Cy, Wanda Sá e Joyce. Vamos saber como foi essa festa.

 

 

“A garota de Ipanema e as garotas do Cy”

Quarteto em Cy, Wanda Sá, Joyce e a “Garota de Ipanema”.

Parece que foi ontem que Tom e Vinícius, sentados no Bar Veloso e embalados pelo “doce balanço” de Helô Pinheiro, até então uma garota que queria apenas curtir uma praia como boa carioca, escreveram a “Garota de Ipanema”. Será que eles imaginavam que essa garota seria cantada tantas e tantas vezes por todo o mundo? Ou que essa garota seria cobiçada por tantos corações durante tantos anos? Ou ainda, que ela se transformaria em canção e atravessaria décadas com o mesmo caminhar que os encantou?

A história da canção inspirada pela “menina que vem e que passa” tem uma curiosidade. A letra de “Garota de Ipanema”, que em uma primeira versão se chamava “A menina que passa”, foi uma encomenda de Tom para Vinícius. Tom tinha escrito, algum tempo atrás, uma música à menina que passava a caminho do mar, mas a letra ficou a cargo de Vinícius. Claro que essa combinação da canção do maestro soberano e do Poetinha só podia fazer sucesso. Música devidademente escrita, ganhou mundo e é o sucesso estrondoso que conhecemos. Alguns meses depois de sua estreia no Brasil, a música foi gravada em inglês por Astrud Gilberto, até que em 1967 Frank Sinatra convidou Tom Jobim para gravar com ele a “Garota de Ipanema”.

A garota de Tom e Vinícius completa, este ano, cinco décadas de muito sucesso e claro que a data teve comemoração a altura de tanta graça. O Quarteto em Cy, ao lado de Wanda Sá e Joyce, lotaram o teatro do SESC Pinheiros, na capital paulista, contagiando o público com o show “Uma garota de 50 anos”, que passeou pelas obras de Tom e Vinícius. O show recriou a atmosfera descontraída dos bares cariocas, locais em que música e um bom papo estão sempre presentes. As garotas do Cy contaram muitas histórias de Tom e Vinícius, resgatando a “hora do papo”, momento em que Vinícius parava o show para papear mesmo com os companheiros de espetáculo. Joyce e Wanda, também contaram suas histórias com os dois mestres e relembraram momentos engraçados vividos na época da “Garota”, quando eram ainda garotas.

No camarim, amigos em Cy.

O público foi contemplado com um repertório incrível, mesclando composições de Tom, Vinícius e seus parceiros, como Carlos Lyra e Roberto Menescal. “Desafinado”, “Chega de saudade”, “Pela luz dos olhos teus”, “Barquinho”, “Tarde em Itapoã”, “Água de beber”, “Águas de março” e, claro, “Garota de Ipanema”, foram algumas das canções que puderam ser apreciadas no espetáculo que foi um verdadeiro tributo à Bossa Nova. As homenagens seguem ao longo desse ano e a garota de Tom e Vinícius continuará passando por muitos e muitos anos ainda com seu corpo dourado, em forma de canção, a caminho do mar.

Por: Bia Campos

Vamos assistir as garotas cantando a garota de Tom e Vinícius.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s