Janelas Abertas: os novos ventos do Quarteto em Cy

Para alegria de todos os fãs em Cy, a espera acabou! Já está a venda o novo CD do Quarteto em Cy “Janelas Abertas” que marca a nova fase do grupo, com a formação Cyva, Cynara, Keyla e Corina. Quer garantir já o seu? A Livraria Cultura está com venda online para este lançamento. Clique AQUI para comprar.

E saiu hoje, na coluna do jornalista Mauro Ferr

eira no G1, uma crítica sobre o CD com o sugestivo título “Sol da novidade aquece Quarteto em Cy pelas frestas de ‘Janelas Abertas'”. Confira, então, com a gente, esta crítica na íntegra.

“Sol da novidade aquece Quarteto em Cy pelas frestas de ‘Janelas Abertas'”,

por Mauro Ferreira

(publicado em 27/08/2016, no G1)

 

“Hoje eu vim mostrar quem sou / Qualquer coisa tô aqui / Pode me chamar que eu vou”, cantam Cynara, Cyva, Corina e Keyla no refrão de Vim dizer que sim (2009), samba de Marcos Valle e Celso Fonseca que abre o primeiro álbum do Quarteto em Cy em dez anos, Janelas abertas (Fina Flor), produzido por Ruy Quaresma. Gravado com a voz e a guitarra de Fonseca, o samba Vim dizer que sim é como um recado do grupo vocal, que volta à cena com duas novas integrantes, ou seja, com metade da formação clássica.

janelas abertas

Arte de Cesar G. Villela para a capa do CD “Janelas Abertas”.

Trata-se do primeiro disco gravado pelas remanescentes Cynara e Cyva com Keyla – convidada em 2013 a ocupar o lugar de Cybele (1940 – 2014), que saiu de cena há dois anos – e com Corina, substituta de Sonya Ferreira, que se desligou amigavelmente do grupo.

O Quarteto em Cy volta ao mercado fonográfico no mesmo ano em que o MPB-4 reapareceu com revigorante álbum de músicas inéditas. Com capa assinada por Cesar G. Villela e criada com fidelidade ao lay-out cristalizado pelo designer na década de 1960 nos discos da gravadora Elenco, Janelas abertas deixa entrar alguma novidade na seleção do repertório, como o samba-canção Cartas da vida, da lavra da compositora carioca Joyce Moreno.

Contudo, o disco transita entre o presente e o passado. Revisitar Querelas do Brasil (Maurício Tapajós e Aldir Blanc, 1978) – samba que batizou álbum lançado pelo Quarteto em Cy há 38 anos – contribui para reforçar a sensação de que a identidade vocal do grupo já é outra. Nem melhor nem pior, mas diferente da formação clássica do quarteto. A percussão vívida de Pretinho da Serrinha é o sopro de ar fresco da faixa.

Em contrapartida, a regravação de Tristeza e solidão (Baden Powell e Vinicius de Moraes, 1966) soa como um dos pontos altos do disco pelo refinamento da gravação adornada com o violão de Marcel Powell – hábil ao evocar a maestria do toque do pai, Baden Powell (1937 – 2000) – e a voz grave de Zélia Duncan,  em total sintonia com os versos melancólicos do poeta. Samba torto (Antonio Carlos Jobim e Aloysio de Oliveira, 1960) também merece menção, pela lembrança da composição lançada na voz de Sylvia Teles (1935 – 1966) e gravada pela primeira vez pelo Quarteto em Cy há 50 anos.

Entre as inéditas, Mudança de lua (Dori Caymmi e Paulo César Pinheiro) ilumina com igual melancolia – e com o toque límpido do piano de Cristovão Bastos – reminiscências de infância inicialmente feliz que nublou com o passar dos anos. Já o bolero Rios marinheiros (João Donato e Ronaldo Bastos) corre fluente no curso da latinidade que banha a obra de Donato.

Regravações de Futuros amantes (Chico Buarque, 1993) e O negócio é amar (Carlos Lyra e Dolores Duran, 1982) – com intervenção vocal de Carlos Lyra, parceiro póstumo de Dolores Duran (1930 -1959) – se limitam a reabrir a cortina do passado. Ainda assim, as inéditas que entram pelas frestas de Janelas abertas trazem o sol da novidade para aquecer o Quarteto em Cy neste 39º álbum, o primeiro da nova fase do grupo. (Cotação: * * * 1/2)

(Crédito da foto: reprodução da capa do álbum Janelas abertas. Arte de Cesar G. Villela)

 

Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s