The Girls From Bahia: Pardon My English

“Pardon My English” (1966) completou cinco décadas de história e nada mais justo do que lembrar deste trabalho que marca 600x600uma fase “made in Brazil” do Quarteto. Esta gravação feita pela Warner Bros. nos Estados Unidos é considerada de real valor, não só pela escolha do repertório que teve o precioso auxílio de Aloysio de Oliveira e dos arranjos terem sido assinados por Oscar Castro Neves, mas principalmente pela harmonia vocal de um Quarteto em Cy em início de carreira que ganhava os “states” com a cadência e o talento que só foi confirmado pelo tempo.

Melhor do que estendermos nossa conversa sobre o disco é escutá-lo. Vamos curtir três faixas: “Surfin’ in Rio” uma versão de Ray Gilbert para “Vamos pranchar”, de Marcos Valle e Paulo Sérgio Valle; “Tears” versão também feita por Gilbert de “Razão de viver”, de Eumir Deodato e Paulo Sérgio Valle; e “Canto de Ossanha” de Baden Powell e do padrinho do Quarteto, Vinícius de Moraes.

Anúncios

Um comentário sobre “The Girls From Bahia: Pardon My English

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s